Pular para o conteúdo principal

 

Você está aqui

Programação final (mesas-redondas e sessões simultâneas) do Colóquio

Um dia de Camões 3
SESSÕES DE COMUNICAÇÃO

 

11:00

Mesa 1
Sala 218C

 

Madalena Vaz-Pinto (UERJ-FFP)
“Ler levantando a cabeça: Uma viagem à Índia, de Gonçalo M. Tavares”

Silvio César dos Santos Alves (FAETEC)
“Camões, poeta e soldado”

Ângela Beatriz de Carvalho Faria (UFRJ)
“Camões relido por Secchin: “Sete anos de pastor” ”

Rodrigo Corrêa Machado (UFF)
“Uma poesia de amor: António Botto leitor de Camões”

Mediação: Jorge Fernandes da Silveira

 

Mesa 2
Sala 212C

Marcelo F. Oliveira (USP)
“A máquina do mundo segundo Drummond e Camões”

Edimilson Moreira Rodrigues (UFF/ UFMA)
A influência de Os Lusíadas em “A Camões” de Manuel Bandeira

Rafael Felipe Duarte da Silva (PUC Minas)
Uma viagem à Índia como construção da identidade de Bloom

Sôbolos rios que vão: a relação possível
Mariana Neto Silva Andrade (UFF)

Mediação: Marcos Aparecido Lopes

 

Mesa 3
Sala 501C

Aline Faria de Carvalho (UFF)
Camões e Apuleio: travessias na narrativa e metamorphoses no leitor

Fernando Miranda (UFF/CAPES)
“Amor como medida e o preço que se paga: Camões no capitalismo tardio”

Francisco de Souza Gonçalves (UERJ)
Personagens femininas na Literatura Portuguesa: uma breve leitura do trinômio mulher-magia-poder em Os Lusíadas e no fragmento galaico-português do Livro de Merlin

Marcelo Pacheco Soares (IFRJ)
“O físico prodigioso é um soneto de Camões”

Mediação: Renata Flavia da Silva (UFF)

 

Mesa 4

Sala 505C

Anna Beatriz Mattos (UFRJ)
Agora, Inês é viva: a presença de Inês de Castro na epopeia camoniana e em dois poemas

André da Cruz Oliveira (UFRJ)
“Camões e Manuel de Freitas: uma leitura de Inês de Castro”

Viviane Vasconcelos (UFF (Capes) –UFRJ)
O homem e o tempo: Camões, Saramago e Gonçalo M. Tavares

Robson Ribeiro (UFRJ)
O mitológico e o religioso n’Os Lusíadas

Pablo Baptista Rodrigues
Os Lusíadas e a relação com o “estrangeiro”

Mediação: Luiza Nóbrega

 

14:00

Mesa 5
Sala 218C

Will Pickering (UNICAMP)
“A arte de versificação n’Os Lusíadas: uma análise em termos da fonologia prosódica e da poética fractal

Marco Antônio Saraiva (UFRJ)
“O périplo da escrita: Camões, o navegante da linguagem”

Nazarete de Souza (UNICAMP)
“A nasalidade na ortografia de Camões”

Mediação: Luci Ruas

 

Mesa 6

Sala 212C

 

Alílderson de Jesus (UFRJ)
“Breve visita ao vigésimo recanto de Luiza Neto Jorge”

Isabela Braz (UFF)
“Os cantos de poder”

Eduardo Russell (UFRJ)
“Este país te mata lentamente”: Sophia de Mello Breyner Andresen lê Luís de Camões

Ricardo Borges (UFF/CAPES)
“O fetichismo na lírica camoniana”

Mediação: Dalva Calvão (UFF)

 

Mesa 7
Sala 501C

Julia Telésforo Osório (UFSC)
“Camões e Poetas sem qualidades: um relato de pesquisa”

Gustavo Listo (UFF)
“Luís de Camões, poeta contemporâneo: breves reflexões sobre a atualidade do conceito de amor presente na lírica camoniana”

Julia Gomes (UFRJ)
O virgem negra versus o cavalgante castelhano: Cesariny no debate sobre Mensagem e Os Lusíadas

Paulo Ricardo Braz de Sousa (UFF)
“O engenho obscuro de Luís de Camões”

Mediação: Ida Alves

 

Mesa 8
Sala 505C

 

Mariana Caser da Costa (UFF)
Das metamorfoses do Amor em Os Lusíadas: arma-amar

Tamy de Macedo Pimenta (UFF)
Da alteridade n’Os Lusíadas: O Outro no discurso identitário lusitano

Roberta Ferraz (USP/FAPESP)
“Camões lido por Pascoaes: “o primeiro vagido sublime da Saudade” ”

Vanessa Soares Matos (UFF)
“Os passos em volta de Servidões: de Herberto Helder para Camões”

Mediação: Raquel Menezes

Premium Drupal Themes by Adaptivethemes